Mundo Conectado

Empresas como Embraer, Natura, Grow, Bayer, John Deere, Mercedes-Benz, Salvus, Microsoft, Micro-bit e a cidade de Campinas estão apostando na Internet das Coisas para transformar os seus negócios

A cada segundo, 127 novos objetos se conectam à internet. De fones de ouvido, brincos e relógios a aspiradores, geladeiras, televisores, lâmpadas e carros. Casas, edifícios comerciais e indústrias também estão sendo fortemente tocados por essa transformação.

É sobre esse mercado, cujo impacto econômico poderá chegar a US$ 11 trilhões até 2025, que o livro Mundo conectado: como a Internet das Coisas está revolucionando os negócios, as cidades e a vida das pessoas, vai falar.

A obra, de autoria da jornalista especializada em tecnologia Patricia Knebel, foi realizada pelo time do Estúdio Editorial, que buscou 10 cases relevantes no mercado e realizou mais de 50 entrevistas instituiçoes brasileiras e internacionais. No time produção, estiverem os jornalistas Thiago Copetti, Patrícia Comunello, Cristiano Vieira, Clarissa Barreto e Roberta Mello, além da designer Ursula Fuerstenau.

O livro traz uma análise profunda deste mercado, abordando aspectos como regulamentação, conectividade, segurança e uso inteligente dos dados para gerar mais eficiência e capacidade de inovação às empresas. Além disso, apresenta as oportunidades para ecossistema local.

Formato

Impresso

“Foram cerca de 50 entrevistas realizadas ao longo de um ano com empresas, universidades e instituições de pesquisa para traçar um cenário que aponta para benefícios inesgotáveis e desafios sem precedentes que vivemos com a evolução da IoT. Sem falar em todo potencial da sua conexão com outras tantas tecnologias exponenciais como Inteligência Artificial, Machine Learning e Blockchain”

Patrícia Knebel

John Deere

Sim, uma lavoura também é um cenário para a Internet das Coisas – e, em se tratando do agronegócio, o segmento de máquinas agrícolas é um dos mais avançados no uso dessa tecnologia.⠀Um pulverizador dotado com uma estação meteorológica embarcada, lançado em 2017 pela John Deere no Brasil, é um bom exemplo da dinâmica que essas tecnologias trazem para o campo.⠀

O equipamento permite identificar as condições climáticas em tempo real e alerta o operador se algum parâmetro não estiver adequado. Com isso é possível ajustar a aplicação, permitindo a economia de recursos, aumentando a precisão e a efetividade do químico aplicado na lavoura e trazendo maior sustentabilidade ambiental.⠀

Natura

Internet das Coisas já é uma realidade na fábrica da Natura em Benevides, no Pará, onde são produzidos os sabonetes da marca de cosméticos brasileira. Sensores instalados nas máquinas capturam dados como temperatura, umidade, pressão, vibração e, com isso, ajudam a monitorar a qualidade dos produtos que chegam aos consumidores todos os dias.

O mesmo cuidado acontece na fábrica de Cajamar, em São Paulo, com as embalagens da linha “Sou”, voltada a cuidados diários. A cada minuto, cerca de 100 itens dessa linha são produzidos. A Natura tem 50 linhas de produção, entre as operações de São Paulo e no Pará. Tudo que acontece nelas é acompanhado em tempo real na sede da fabricante, em Cajamar, no interior de São Paulo.

Embraer

A Embraer é um caso referência no uso de tecnologia no Brasil e também globalmente. Para garantir que esteja sempre à frente, a empresa começou a construir em 2012 o seu plano diretor de aplicação das novas tecnologias que envolvem a Indústria 4.0.

Dentro desse planejamento estão Inteligência Artificial, robótica colaborativa, realidade aumentada e virtual e Internet das Coisas, que é um dos pilares desse plano diretor e hoje está sendo aplicada em diversas iniciativas da Embraer.

Prefácio

“As soluções de IoT já são uma realidade e abrem cada vez maiores oportunidades às empresas e aos usuários em diversos ambientes. Para o Brasil, as soluções habilitadas pela IoT representam uma especial oportunidade para enfrentar os inúmeros desafios econômicos e sociais de um país em desenvolvimento e com mais de 200 milhões de habitantes.”

Carlos Azen

Gerente de Telecom, TI e Economia Criativa, BNDES

Futurecom é palco do lançamento do livro

O lançamento foi em outubro de 2019, na Futurecom, maior evento de tecnologia da América Latina.

O diretor da Informa Markets e da Futurecom, Hermano do Amaral Pinto Junior, destacou a importância da obra. “IoT estabelece novos parâmetros para a sociedade e para a economia, e daí a importância do livro Mundo conectado que, de forma inédita no Brasil, traça o panorama deste mercado e apresenta casos práticos de aplicação de empresas de grande credibilidade”, afirma.

O mesmo cuidado acontece na fábrica de Cajamar, em São Paulo, com as embalagens da linha “Sou”, voltada a cuidados diários. A cada minuto, cerca de 100 itens dessa linha são produzidos. A Natura tem 50 linhas de produção, entre as operações de São Paulo e no Pará. Tudo que acontece nelas é acompanhado em tempo real na sede da fabricante, em Cajamar, no interior de São Paulo.

Lançamento do livro

Confira algumas fotos do lançamento do livro no evento da Futurecom:

Entre em Contato

Entre em Contato